Referência:

POCI-01-0145-FEDER-031304

PTDC/ART-OUT/31304/2017

PI: Mário Pereira

CO-PI: Mário A. Almeida

Resumo/Summary:

O GEO-SR é um projeto multidisciplinar que pretende colmatar a lacuna de conhecimento científico e tecnológico respeitante às componentes materiais, conservativas e simbólicas da escultura geomaterial do século XIX, em contexto museológico, mediante o estudo de 35 esculturas da autoria de António Soares dos Reis (1847-1889). O GEO-SR responde a este mote principal mediante a caracterização material de esculturas em mármore, granito, gesso e terracota, maioritariamente pertencentes ao Museu Nacional de Soares dos Reis (Porto, Portugal) e pela experimentação e adaptação inovadora e sustentável de técnicas analíticas seguras, económicas, portáteis e não invasivas, utilizadas tradicionalmente no diagnóstico de anomalias em edifícios (termografia e UPV). Esta componente do projeto visa definir parâmetros de degradação e fragilidade dos objetos escultóricos, comparando o grau de decaimento dos materiais, em ambiente museológico e no exterior (duas esculturas - Arte Pública), de forma a propor um método de avaliação objetivo e económico, acessível in situ. Isto permitirá redefinir questões éticas e protocolos de conservação, exposição, armazenamento, manuseamento, segurança e transporte destes objetos, com repercussões a curto prazo nas atividades económicas do sector empresarial e industrial que fornece produtos e serviços relacionados.

Pretende-se que este estudo estimule a investigação e valorização da escultura geomaterial do século XIX como parte importante de um Património Cultural a interpretar com rigor e valorizar, considerando ainda a necessidade de reivindicar o reposicionamento devido da obra escultórica de Soares dos Reis no âmbito da escultura europeia e ocidental. Nesse sentido o GEO-SR pretende traduzir parte dos resultados obtidos em criação de mais-valia cultural, através da reavaliação de oferta museológica para o Turismo Cultural e museus, reavaliando o papel destes como interface numa sociedade em constante mudança. Pretende-se a criação de networking internacional, baseado no potencial científico, cultural e económico da escultura geomaterial do século XIX, mediante a sugestão de roteiros turísticos culturais que intersetam o MNSR com dois museus parisienses (Musée Rodin e Musée Camille Claudel) e um museu romano (Galleria Nazionalle d'Arte Moderna), pela importância das suas coleções e pela presença do próprio Soares dos Reis, que estudou e produziu nestas cidades, enquanto pensionista do Estado. Como resultados finais serão produzidos um documentário vídeo de todo o processo, um sítio web (base de dados), uma aplicação para turismo cultural para iOS e Android, uma monografia final para acesso livre e um primeiro encontro científico subordinado à importância da escultura geomaterial para a criação de valor nas sociedades.

Palavras chave:

 Sculpture

Geomaterials

Cultural Heritage

Conservation

Parceiros:

  • UNIVERSIDADE DO MINHO
  • UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA
  • UNIVERSIDADE DE AVEIRO

Orçamento Global: 198 266,47€

Orçamento UMinho: 37 500,00 €

-

Apoio Financeiro UM

FEDER: 31 875,00€

OE: 5 625,00€

Data início: 01/06/2018

Data Fim: 31/05/2021

 

Financiamento:

FEDER, OE

fctcompte portugal 2020